A 16 de dezembro de 2021, o Google anunciou no Twitter uma atualização importante relacionada com o seu algoritmo de localização. Esta atualização foi implementada entre 30 de novembro e 8 de dezembro e está agora em vigor.

Esta atualização é uma das mais importantes destes últimos cinco anos em termos de algoritmo de localização. Diz respeito a dois fatores: o critério de distância e o uso de palavras-chave no nome do estabelecimento ou marca. A atualização foi nomeada “Vicinity” pela agência SterlingSky.

1. O critério de distância ganha mais peso no algoritmo

O posicionamento dos perfis do Google depende de três critérios: a relevância do negócio para a pesquisa do utilizador, a distância entre o utilizador e o local/empresa e, por fim, o destaque, ou seja, o feedback e classificação do serviço/empresa.

Nesta última atualização, o Google deu mais importância ao fator distância no seu algoritmo, com o objetivo de apresentar resultados mais relevantes aos utilizadores (ou seja, mais próximos deles geograficamente).

O estudo SterlingSky abaixo mostra o impacto visível desta atualização até agora.

Os pins indicam a localização da pessoa que procura o estabelecimento. O número do pin indica a localização do estabelecimento nos resultados (para a mesma pesquisa).

Este estudo mostra que quanto mais distante o utilizador estiver geograficamente do estabelecimento, menor é a probabilidade de aparecer nos primeiros resultados da sua pesquisa. Isto não acontecia antes desta atualização.

2. Regras mais rigorosas para palavras-chave em nomes comerciais

Esta atualização tem também como objetivo uma ação mais difundida no âmbito do SEO local: “keyword stuffing”. Este termo tem como característica a prática de acrescentar palavras-chave a nomes comerciais, a fim de melhorar a sua classificação. Esta prática é do conhecimento geral e funcionava bem antes da atualização “Vicinity”, mas vai contra as diretrizes do Google.

Com o “Vicinity”, o Google penaliza os estabelecimentos que fazem uso deste “truque”. O impacto das palavras-chave no posicionamento de localização de um estabelecimento diminuiu ou chegou mesmo a inverter-se, tornando-se negativo em muitos casos.

Podemos concluir que os estabelecimentos que utilizam palavras-chave nos seus nomes, correm o risco de perder o seu lugar nos resultados de pesquisa. E por outro lado, aqueles que nunca as utilizaram, vão ser melhor posicionados.

Com esta atualização, o Google mostra-nos uma vez mais que a experiência dos utilizadores é a sua principal preocupação.

Não hesite em entrar em contacto connosco se tiver algum problema com esta atualização, teremos o maior prazer em ajudá-lo!

Author: Luciana

Next articles