Estaria o website com os dias contados?

Alguns anos atrás, a única maneira que uma empresa tinha de alcançar os usuários era através do seu website. Esses dias parecem agora distantes… As páginas web não se tornaram obsoletas, mas perderam relevância, e isso é evidente na vida quotidiana: ao procurar os horários, endereço ou número de telefone de uma loja, por exemplo. Raramente precisamos ir ao website de uma empresa: a sua ficha no Google geralmente nos fornece as informações de que precisamos.

Desde o seu aparecimento, as plataformas, lideradas por motores de busca e redes sociais, tornaram-se uma necessidade para os consumidores, e eles lutam por todos os meios para não deixar de sê-lo.

Perfil do Google Business, Facebook, Instagram, WhatsApp, TikTok…  Com todos esses novos jogadores, o declínio dos sites parece inevitável. Eles deixaram de ser a engrenagem central das máquinas digitais para se tornarem uma das partes que as compõem. Uma peça importante, sem dúvida, mas que compete com outros canais que estão gradualmente substituindo-a. 

O Google vira o jogo

Os hábitos dos usuários estão a mudar, influenciados por esses novos atores com um público considerável. O caso do Google, com a criação do Perfil do Google Business (antigo Google Meu Negócio), é o mais óbvio.

Illustration de l'évolution de l'affichage des photos dans l'aperçu des fiches Google My Business
A evolução do Google Business Profile desde 2016: a plataforma está cada vez mais focada na imagem.

A ferramenta, projetada para conectar consumidores e empresas por meio da Pesquisa do Google e do Google Maps, é extremamente eficaz. Não precisa mais visitar o website para encontrar um número de telefone, enviar uma mensagem, fazer um pedido de rota, fazer uma reserva, verificar a disponibilidade de um produto, encontrar os horários, ler comentários de clientes… Tudo já está disponível nas fichas do estabelecimento.

As notícias anunciadas no Search On de 2022 confirmam essa direção. A partir de agora, o Google pretende fornecer uma resposta a partir do momento em que sugerir uma resposta: os usuários serão redirecionados diretamente para uma guia Perfil Comercial do Google. As páginas de resultados clássicas (SERP) não serão mais exibidas sistematicamente, em vez disso, o Google filtrará e selecionará um conjunto de conteúdo que ele exibe.

Illustration de l'une des nouveautés annoncées lors du Google Search On
Com este novo recurso, a Google faz sugestões mesmo antes da fase de resultados de pesquisa.

Com tudo isso, fica difícil ver se ainda há espaço para o site. Ao favorecer o seu próprio universo, é cada vez mais difícil para o motor de busca atuar como um intermediário. Portanto, não seria surpreendente se a taxa de pesquisas de “clique zero” continuasse a aumentar nos próximos anos.

Comprar diretamente nas plataformas: realidade?

É necessário visitar o site de um estabelecimento antes de ir? Não, as Fichas do Google são suficientes. Hoje em dia, o processo de compra do consumidor é cada vez mais digital, e muitas vezes nem chega ao site.

Por que se preocupar em visitar um site quando a ficha de um restaurante já fornece as informações necessárias?

  • Um botão para reservar
  • Horários atualizados
  • Um menu completo acessível em um clique
  • Um endereço e a possibilidade de calcular o itinerário a partir do Maps
  • Uma nota média e avaliações de clientes

Tudo o que precisa está lá: encontrar informações, tomar uma decisão e até mesmo agir. Este é, naturalmente, um caso extremo. O website ainda é útil em muitos casos, como para saber mais sobre os serviços e benefícios de uma empresa. No entanto, não é mais o epicentro da estratégia digital das empresas por padrão.

Démonstration de la commande au restaurant depuis Google Business Profile
É possível encomendar em um restaurante diretamente de uma ficha do Google.

Ainda não é muito comum conseguir comprar de uma aba do Google ou de outras plataformas. No entanto, há cada vez mais exemplos em todo o mundo: compre no WhatsApp com o JioMart na Índia ou o WeChat na China, peça um menu do Burger King diretamente do Google Maps nos Estados Unidos… As empresas aproveitam os novos canais à sua disposição para se adaptarem aos novos hábitos de consumo. Uma promessa atraente com potencial indiscutível. Ao aliar conforto e praticabilidade, essas iniciativas localizadas têm tudo para começar a funcionar.

Na Índia, é muito fácil comprar diretamente do WhatsApp. Alguns cliques são suficientes para encher e pagar a sua cesta.

Os sites estão chegando ao fim?

É verdade que a crescente influência das plataformas no processo de compra está tendo um impacto negativo no público dos websites. Mas acreditamos que eles permanecem e continuarão a ser relevantes.

Se o seu site foi bem projetado, hospeda conteúdo de qualidade e incorpora um localizador de lojas, ele lhe ajudará a posicionar-se melhor nas consultas que os seus clientes realizam no Google. Esta é uma grande vantagem competitiva num momento em que a jornada de compra começa muitas vezes na Internet.

Além disso, hoje em dia, as plataformas oferecem apenas uma visão geral da sua oferta ou as informações básicas que o usuário da Internet precisa para tomar uma decisão.

O site, por outro lado, permite que o seu público-alvo vá mais longe e é o meio ideal para desenvolver a sua proposta de valor por uma escrita afiada.

Além disso, na hora de fazer uma grande compra, quando hesitam entre várias empresas, os consumidores ainda têm o reflexo de ir a sites da internet. Esta é a sua chance de ficar à frente dos seus concorrentes, construindo uma experiência de usuário única.

Amanhã, quando as plataformas oferecerem cada vez mais possibilidades aos internautas, os sites poderão ter uma nova vocação. Oferecer aos usuários uma imersão mais completa no mundo da marca. Será uma forma de atrair potenciais clientes e fortalecer o relacionamento com os clientes atuais. Isso será ainda mais verdadeiro para compras caras ou no setor de luxo, quando os consumidores pensam duas vezes antes de dar o número do cartão de crédito.

Google-My-Business Web-to-store
Este artigo foi útil?
Sim, obrigado!Não, na verdade

Por Jéssica Carneiro

Content creator

Estrategista Sênior em Marketing Digital e Doutora em Psicologia. Atualmente, é gestora de Marketing para Portugal e Brasil. Ajuda as marcas a desenvolverem uma visão para alancar a sua estratégia de marketing digital e web-to-store.
Estrategista Sênior em Marketing Digital e Doutora em Psicologia. Atualmente, é gestora de Marketing para Portugal e Brasil. Ajuda as marcas a desenvolverem uma visão para alancar a sua estratégia de marketing digital e web-to-store.

Está a um clique do sucesso

Quer desenvolver o seu negócio na Internet? Nós ajudamos

Contacte-nos

¡Aprende de los mejores!

Faça o download do nosso Barómetro 2024 e descubra as empresas que melhor geriram a sua reputação digital e presença online, bem como as nossas dicas para que a sua empresa continue a crescer!

Download do Barómetro

Continue lendo ...

whatsapp partoo
8 Abril 2024

Partoo integra mensagens do WhatsApp

Temos o prazer de anunciar um novo recurso em nossa plataforma: a integração do WhatsApp…

circle to search
20 Fevereiro 2024

Google Circle to Search: o novo modo de pesquisa baseado em IA

Sabia que agora é possível procurar qualquer coisa no seu telemóvel sem ter de mudar…

Google Maps Generative AI
13 Fevereiro 2024

Google Maps: uma nova forma de descobrir empresas com IA generativa

O Google acaba de anunciar um novo recurso no Google Maps projetado para ajudar os…

Inscreva-se na nossa newsletter